segunda-feira, 20 de março de 2017

Iluminar a casa


Para que possamos viver numa casa mais saudável é fundamental que a iluminemos adequadamente. A razão é que o nosso relógio biológico está sincronizado com as mudanças que acontecem à nossa volta, como o dia e a noite ou as estações do ano. Por isso, no que diz respeito às luzes artificiais convém que escolhamos a intensidade mais adequada para cada divisão do nosso doce lar. Para ajudar, não devemos perder de vista a unidade de medida internacional que determina a intensidade da luz: os lux. Em divisões de grande atividade devemos optar por lâmpadas de 1000 lux, já que ativam a nossa mente. Pelo contrário, abaixo dos 700 lux, o nosso cérebro entende que começa a anoitecer e que se aproxima a hora de descansar. Tenha isto em conta da próxima vez que trocar as suas lâmpadas.

4 comentários:

  1. Também gosto de casa iluminada! Faz bem! bjs, lindo dia! chica

    ResponderEliminar
  2. Isabel, explique-me, por favor, e qdo lhe for possível o que é 1000 lux e 700 lux. Subentendo que uma é mais intensa que outra, mas, não sei mais nada. Mto obrigada, desde já!

    Beijos e uma noite feliz (eu ando sempre fora de horas, pke tenho "n" coisas pra fazer à noite e qdo me sento ao computador, depois de um dia de reuniões, debates e mta escrita, confesso k já não escrevo "coisa com coisa".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É complicado sim. Acho que ninguém entende muito bem.

      Lux é a unidade de iluminamento, intensidade de iluminação ou iluminância. Corresponde à incidência perpendicular de 1 lúmen numa superfície de 1 metro quadrado.

      Acrescentei uma pequena tabela ao post para se entender melhor.

      Isabel Gomes

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...