terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Manteiga de amendoim: uma ferramenta simples e económica para diagnosticar o Alzheimer

Talvez ache que só com testes dispendiosos é que se podem diagnosticar doenças; mas no que diz respeito ao Alzheimer, parece ser que o único necessário se encontra na sua cozinha.


Deliciosa e útil

Parece que uma simples colher de manteiga de amendoim pode ajudar a saber se alguém está nas primeiras fases do Alzheimer, baseando-se no seu sentido do olfato, de acordo com um estudo publicado na revista cientifica Journal of the Neurological Sciences.

Um bom método

Os investigadores puseram uma pouca de manteiga de amendoim sobre uma régua de medir e verificaram se as pessoas eram capazes de cheirá-la a diferentes distâncias. Se a pessoa não tiver a capacidade de cheirar o alimento, isso poderá querer dizer que se encontra nas primeiras fases do Alzheimer, já que perder a capacidade olfativa é considerado um dos sintomas iniciais desta doença, de acordo com a revista de estilo de vida Redbook.

É que uma das primeiras partes do cérebro que começa a degenerar na pessoa que padece esta doença é precisamente a parte da frente do lóbulo temporal, que tem a ver com o sistema do olfato e também com a formação de novas lembranças, segundo indicado no sitio da Universidade da Florida.

Porque se usa a manteiga de amendoim?

Este alimento foi ideal para esta experiência porque é um "desodorizante puro", o que significa que é facilmente detetado pelo nervo olfatório. Além disso, é uma "ferramenta" de baixo custo e de fácil acesso.

Mas antes que corra para a cozinha para averiguar se tem esta doença, o que lhe recomendo é que, se tem alguma dúvida séria acerca do seu estado de saúde, consulte um médico.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...