quarta-feira, 22 de abril de 2015

Alimentos que curam: pinhões

O pinheiro manso dá um produto que se extrai das suas pinhas e que é conhecido como pinhão. O pinhão costuma usar-se na culinária para preparar o célebre pesto, mas também se pode ingerir como fruto seco.

Conheça algumas virtudes dos pinhões para a saúde:



Ajudam a engordar. São, depois das nozes de macadamia, o fruto seco mais energético que há. Por este motivo, os pinhões são um perfeito aliado das pessoas que fazem grandes esforços físicos ou querem aumentar de peso sem perder saúde. Um punhadinho de pinhões proporciona cerca de 136 Kcal.

Têm gorduras muito benéficas. As gorduras correspondem a cerca de 68% do seu peso. Felizmente, a maioria destas gorduras são "boas", de qualidade igual às presentes no peixe azul e no azeite virgem extra. O seu consumo é recomendável para pessoas com problemas cardiovasculares, colesterol alto ou problemas inflamatórios (dermatite, artrite, colite, etc.).

Uma delicia para as crianças. Incluir pinhões nas receitas, tanto salgadas como doces, protege as crianças das infeções e acelera a cicatrização das feridas, graças ao seu alto conteúdo em zinco - é o quinto alimento mais rico neste mineral -. Também são uma boa fonte de ferro e ácido fólico, dois minerais antianémicos que intervêm na boa saúde das crianças.

Na dieta dos diabéticos. Devido ao seu elevado conteúdo em gorduras monoinsaturadas, este alimento melhora o controle da glucose. É por outro lado o fruto seco com menor conteúdo de hidratos, motivo pelo qual o seu consumo quase não altera as taxas de açúcar no sangue. Recorra a eles quando necessitar de uma injeção de energia instantânea.

Sugestão: um iogurte natural com uma colher de mel, pinhões e bagas de goji, é o melhor combustível que pode dar ao corpo antes de praticar exercício.

Dica: os pinhões ficam rançosos com facilidade. Por isso deve conservá-los em frascos de vidro com tampa hermética, num local fresco, seco e protegidos da luz.

Aviso! Nem todos os pinhões se podem comer. Por isso deve ter em conta que quando sair para o campo não deve apanhar qualquer pinhão de qualquer pinha, mas apenas aqueles que procedem de árvores comestíveis.

6 comentários:

  1. Dica maravilhosa eu não sabia amei a postagem
    Canal: https://www.youtube.com/watch?v=B_PCR9rMnVk
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada. Fico feliz por tanta gente vir aqui dizer que aprende algo novo. Esse também é um dos objetivos deste blog: transmitir a sabedoria das nossas avós.

      Bjs

      Isabel Gomes

      Eliminar
  2. boa partilha.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Adoro pinhões e adorei saber desta dica!

    beijinhos
    food&emotions
    http://fefoodemotions.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gosto muito. É pena serem tão caros, mas às vezes, quando vou à minha aldeia e é época deles apanho-os num pinhal que dá uns excelentes pinhões. Depois é só divertir-me a partir-lhes a casca e tenho uma reserva de pinhões para uns tempinhos.

      Bjs

      Isabel Gomes

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...