sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Alimentos que curam: dióspiro

O dióspiro, originário da China e do Japão, é uma fruta com abundantes propriedades antioxidantes, capaz de neutralizar os efeitos negativos dos radicais livres.

Comer dióspiros regularmente ajuda a retardar a aparição de rugas e manchas na pele, a impedir a calvície e a combater a osteoporose. Os dióspiros também são bons estimulantes do sistema imunológico, isto é, aumentam as nossas defesas. Além disso, são ricos em vitamina A na forma de betacarotenos e 100 g de polpa fornecem um terço das necessidades diárias desta vitamina. Por isso são recomendáveis para pessoas que fumam e para as mulheres grávidas.

Tal como o tomate os dióspiros também contêm o flavonóide licopeno, que tem a capacidade para diminuir o colesterol no sangue e é preventivo do cancro. Finalmente, o seu conteúdo em vitaminas C e E tornam-nos eficazes contra os efeitos da oxidação celular e o seu alto conteúdo de potássio, um mineral que ajuda na eliminação de líquidos, torna-os recomendáveis em algumas dietas.

O seu poder calórico é alto já que possuem uma grande quantidade de açúcares complexos e isto torna-os ideais para desportistas e pessoas convalescentes que necessitam de uma grande dose de energia. Pelo contrario, os doentes com diabetes devem consumi-los com moderação. As suas fibras solúveis, sobretudo a pectina, tornam-nos recomendáveis para evitar o trânsito intestinal lento.


Como escolher os dióspiros

A temporada de dióspiros frescos é principalmente o outono até ao inverno. Um bom dióspiro deve ter a pele lisa e sem manchas, com uma cor laranja brilhante e ao tocá-lo o dedo deve enterrar-se um pouco na superfície carnuda.

Como comê-los

A forma mais simples de os comer é crus. Cortam-se ao meio e, sem tirar a pele, vai-se retirando a polpa com uma colher, tal como se faz com o kiwi. A polpa dos dióspiros bem maduros pode misturar-se com mel ou com queijo creme branco e untar-se nas bolachas doces ou salgadas. A polpa dos dióspiros rijos pode cortar-se em cubos como uma maçã para ser acrescentada à salada de frutas.

Doce de dióspiros

Ingredientes

1 quilo de dióspiros
1 pau de canela
600 gramas de açúcar 

Preparação

Lavar e descascar os dióspiros. Retirar as sementes e cortá-los em pedaços pequenos. Num tacho colocar o açúcar, o pau de canela e os dióspiros cortados e deixar repousar a mistura durante umas horas, até que os dióspiros absorvam o açúcar e soltem o sumo. Levar então o tacho ao lume brando e deixar ferver até ganhar o ponto de doce. Para verificar, colocar um pouco de doce num prato. deixar arrefecer e se abrir estrada está pronto.
Deixar arrefecer, retirar o pau de canela e deitar em frascos de vidro com tampa hermética. Guardar no frigorífico.

Utilização

Use o doce pronto para untar no pão do pequeno-almoço ou para preparar as sandes do meio da manhã e da tarde.

4 comentários:

  1. Olá, Isabel

    Gosto muito de dióspiros, mas desconhecia as suas propriedades. Gosto de os comer bem maduros porque senão deixam-me uma sensação desagradável na língua. Agora uma dúvida: Para o doce têm de estar bem madurinhos ou não?

    Continuação de bom sábado.

    Bj

    Olinda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Olinda.

      Para o doce eu costumo usar daqueles mais rijinhos, mas maduros. Acho que fica melhor.

      Bjs

      Isabel Gomes

      Eliminar
  2. Obrigada, Isabel. :)

    Um bom domingo

    Bjs

    Olinda

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...