Avançar para o conteúdo principal

Como evitar corar (pôr-se vermelha) - remédios caseiros

Corar com frequência é muito incómodo e até vergonhoso. É normal ficarmos ruborizadas quando estamos excitadas, irritadas ou intimidadas por alguma coisa, porque nestes momentos o sangue aflui ao rosto com mais ímpeto e este fica corado. Porém, quando alguém cora por qualquer coisa e a sua cara fica vermelha apenas por falar ou fazer algo, isto, apesar de não ser uma doença grave, é algo desconcertante e que faz sofrer bastante.

Corar sem motivo aparente não é pois uma doença mortal, certo, mas pode causar efeitos não positivos na personalidade e no caráter da pessoa a quem acontece, como:

- pode fomentar um caráter inseguro e pouco participativo;

- causa desespero;

- provoca stress por querer controlar a situação a todo o custo e não o poder fazer.

Mas porque é que ficamos vermelhas (coramos)?

Corar pode ter muitas causas, mas uma das principais é sem dúvida o estado emocional da pessoa. Quem cora com frequência e por qualquer coisa pode:

- ter medo de não corresponder às expectativas dos outros e da sociedade;

- tender a tomar os comentários e "olhares" de forma muito pessoal e a dar-lhes uma interpretação muito sua e na qual sai sempre a perder. Ou seja, sente-se uma pessoa alvo de criticas, rejeição e desvalorização constantes, mesmo que na realidade não seja bem assim;

- não gostar de chamar nem ser o centro das atenções (problema de insegurança);

- ter um elevado sentido da perfeição em relação à sua imagem e a como se deve ser e comportar.

Qual é a causa biológica de ficar vermelho (corar)?

O sistema nervoso divide-se em dois: o sistema nervoso relacionado com as ações voluntárias e o sistema nervoso autónomo, que atua independentemente da vontade, e que por sua vez se divide em dois: sistema simpático e sistema parasimpático. As pessoas que coram com frequência e por "qualquer coisa" têm um sistema simpático hipersensível, isto é, que se ativa por estímulos mínimos.

O que pode fazer em casa para remediar a situação?

Relaxe. A tensão faz com que o fluxo de sangue ao seu rosto se incremente. Por isso, relaxe. No momento em que sentir que vai corar, relaxe todos os seus músculos. Não poderá impedir totalmente o processo, mas pode impedir que o seu rosto acabe tão vermelho como um tomate bem maduro. Pratique colocando-se á frente de um espelho e pensando em algo que a faça corar e relaxando depois os ombros para interromper o avermelhamento da sua pele. Isto fará com que veja que será capaz de lidar com o problema numa situação real.

Não tenha vergonha. Se tentar esconder ou negar o facto de que cora com facilidade, isto só fará com que ocorra com mais frequência. Quando estiver a falar, dançar ou em qualquer outra situação, não se intimide e continue com o que está a fazer, deixando que as coisas fluam normalmente. Diga a si mesma: "Estou a corar e então?! Grande coisa! Sou fantástica apesar de tudo". Esta atitude é essencial para que se sinta cómoda e experimente rubores intensos cada vez com menos frequência.

Jogue. Desafie-se a si mesma a ver quão vermelho consegue pôr o seu rosto. Tal como sucede na psicologia inversa, isto ajudará a reduzir a facilidade e a frequência com que cora.

Banhe os braços. Introduza lentamente ambos os braços em água fria, até que o nível alcance metade do braço. Deixe-se ficar 20 segundos, retire os braços, sacuda-os com energia e repita outra vez. Este banho frio de braços tem ação sedante sobre um pulso demasiado rápido e sobre um coração hiperexcitado, e por isso é recomendável para os transtornos nervosos.

Lave o rosto. Lave o rosto com água fresca e aplique uma camada leve de hidratante facial sem óleo. Isto ajudará a reduzir a temperatura da sua cara e a combater a irritação que se produz quando a pele fica vermelha.

Faça um sumo. Lave, pele e corte 1 cenoura, 1 talo de aipo e 2 espargos. Passe tudo pela centrifugadora e recolha o sumo. Beba em seguida. Este sumo é considerado um grande sedativo dos nervos que provocam timidez.

Beba um chá. Deite 2 colherzinhas de flores de tília numa chávena de água a ferver. Tape, deixe arrefecer e coe. Beba uma chávena deste chá antes de assistir a algum evento social onde preveja que vai sentir timidez.

Remédio de emergência: se numa situação qualquer se sentir muito corada, desculpe-se e dirija-se à casa de banho. Aí, molhe uma toalha em água fria, torça e coloque-a no seu rosto. Vai ver como arrefece instantaneamente e a vermelhidão desaparece. Aproximar o rosto do ar condicionado (frio) durante uns instantes também pode resultar bem.