domingo, 20 de julho de 2014

Sarampo: tratamento caseiro

O sarampo é uma infeção causada por um vírus e ocorre principalmente no fim do inverno e na primavera. É uma das doenças mais contagiosas e transmite-se por secreções respiratórias como espirros e tosse. Com efeito, febre, tosse, secreção nasal, conjuntivite e erupção cutânea (manchas vermelhas) são os principais incómodos causados pelo sarampo.

O sarampo geralmente ocorre na infância, mas pode também afetar adultos susceptíveis (não imunes) que nunca tiveram a doença ou não foram adequadamente vacinados. A infeção pelo vírus do sarampo produz imunidade permanente, ou seja, ocorre apenas uma vez na vida.

A vacina contra o sarampo está disponível desde 1963. Ela faz parte do calendário básico de vacinação da criança. Se por qualquer motivo não levou esta vacina, fale com o seu médico. Ele providenciará.

Apesar de se considerar que a vacina contra o sarampo controlou a doença, a verdade é que ainda vão surgindo surtos isolados, até mesmo na Europa.

Veja a seguir alguns remédios caseiros e outros conselhos que a poderão ajudar em caso de vir a sofrer com esta doença.

Infusão de tília e sabugueiro

Ingredientes

1 colher (de sopa) de tília e sabugueiro (misturados na proporção de duas partes de tília para uma de sabugueiro)
1 chávena (de chá) de água a ferver

Preparação

Infunda a mistura de plantas na água durante 10 minutos e depois coe. 

Utilização

Adoce a gosto com mel e beba duas chávenas (de chá) desta infusão por dia.

Loção calmante de camomila

Ingredientes

1 colher (de sopa) de camomila
1 chávena (de chá) de água a ferver

Preparação

Deite a camomila na água a ferver, tape, deixe arrefecer e coe. 

Utilização

Limpe a pele com uma gaze empapada na infusão morna. Obterá alivio.

Dicas

Limpe os olhos com uma gaze empapada em água fervida, morna. Limpe do cantinho interior dos olhos para o exterior, para eliminar as crostas que se formam. Use uma gaze diferente para cada olho.

Mantenha as luzes baixas. É que o sarampo irrita os olhos e faz com que estes fiquem muito sensíveis à luz.

Como medida de prevenção deve permanecer em repouso durante 15 dias. Não partilhe alimentos, talheres nem toalhas, para evitar o contágio.

Evite a exposição ao sol e as mudanças bruscas de temperatura.

1 comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...