quarta-feira, 4 de março de 2015

Os melhores remédios caseiros para a boca seca

Algumas doenças e a toma de certos medicamentos reduzem o fluxo de saliva provocando secura na boca, um incómodo que se agrava no verão por causa das temperaturas altas. Tome nota destes remédios caseiros que lhe farão a boca em água...

Limão/Limonada

Antes de beber um copo de água acrescente-lhe umas gotas de limão. Esta fruta consegue aumentar a quantidade de saliva segregada pelas glândulas. 

A limonada (sem açúcar) é a bebida mais aconselhável para manter a boca humedecida.

Ingredientes

1/2 limão
1 copo de água

Preparação

Esprema o meio limão e acrescente o sumo ao copo de água.

Utilização

Beba em seguida. 

Enxágues de menta fresca

Enxaguar a boca com infusão de menta (à temperatura ambiente) é um dos melhores conselhos para este problema.

Ingredientes

4 folhas de menta fresca
1 chávena (de chá) de água

Preparação

Ferva a água e verta-a sobre a planta. Deixe repousar, tapado, durante 5 minutos e coe.

Utilização

Use a mistura à temperatura ambiente para enxaguar a boca quando a sentir demasiado seca.

Dica: quando o calor aperta, uma boa ideia é preparar cubinhos gelados de menta com a infusão - e deixar que se desfaçam na boca - ou beber infusões frias desta planta.


Água fria antes de comer: com este simples truque ser-lhe-à muito mais fácil mastigar os alimentos. Evite o álcool e substitua o café por uma infusão de camomila.


Vapores balsâmicos: ponha 3 gotas de óleo essencial de menta num recipiente com água a ferver. Incline a cabeça sobre a água e, com cuidado para não se queimar, respire o vapor que se desprende durante 10 minutos.

Os melhores alimentos para aumentar a fertilidade

Quando se pensa em aumentar a família, o primeiro e mais importante é assegurar-se de que mantém uns hábitos saudáveis e uma dieta correta.


Sementes de girassol: as sementes de girassol contêm um aminoácido que é especialmente útil para os homens com níveis baixos de espermatozóides. Calcula-se que consumindo 50 g destas sementes por dia se consegue a quantidade recomendada.


Espinafres: a falta de zinco pode ser uma das causas de alguns tipos de infertilidade, tanto feminina como masculina. Os espinafres são ricos neste mineral, tal como em ácido fólico, imprescindível para conceber um bebé com boa saúde (previne malformações como a espinha bífida).


Aveia: é um cereal muito nutritivo. O seu consumo diário aumenta o vigor físico e alivia a depressão e o stress. Por isso é um alimento muito adequado tanto para a mulher como para o homem. Pode consumir-se em flocos finos, acrescentada ao leite, às sopas ou ao iogurte.


Couve-flor: esta verdura é rica em vitamina E. Sabe-se que a falta desta vitamina pode ser um dos causantes da infertilidade e da inapetência sexual. Contém também uma hormona de origem vegetal muito benéfica para combater os problemas de concepção em ambos os sexos.


Mel: antigamente, o mel era o símbolo da fertilidade e, por este motivo, eram oferecidos potes de mel aos recém casados (daí a expressão "lua de mel"). Também se diz que o mel é a razão da abelha rainha ser tão fecunda. A verdade é que o mel é um alimento muito completo: rico em vitaminas do grupo B, C, D e E e minerais, aumenta a energia física e estimula a fertilidade.

Receita caseira para a fertilidade

Ingredientes

1 colher de aveia em flocos finos
1 iogurte natural
1 colher de mel
1 maçã
1 colher de nozes picadas

Preparação

Ponha a veia de molho em água durante um bocado. Escorra-a bem e acrescente o iogurte e o mel. Descasque e corte a maçã em pedacinhos e acrescente-a ao preparado anterior. Polvilhe com as nozes.

Utilização

É ideal para comer de manhã, ao pequeno-almoço.

Conselhos para melhorar a sua dieta

Coma mais fruta e verdura. São ricas em vitaminas e minerais. O ideal é consumir 2 rações de verdura ou salada e 3 ou 4 peças de fruta por dia.

Leguminosas, recomendadas. Além de serem muito nutritivas e energéticas, ajudam a eliminar as toxinas do organismo.

Diariamente. Outros alimentos imprescindíveis são os cereais integrais, lácteos, peixe, carnes magras e azeite virgem.

Reduza o sal e o açúcar. O sal retém líquidos e aumenta a tensão arterial. O açúcar, se consumido em excesso, só fornece calorias vazias e causa obesidade.

Beba água. A água desintoxica e hidrata o organismo. Beber mais de 1 litro diariamente é garantia de boa saúde.

Coma frutos secos. Contêm uma grande quantidade de vitaminas e gorduras benéficas.

Os suplementos que funcionam

Erva-cidreira. O stress pode ser um dos culpados de que a gravidez tarde. A erva-cidreira é uma planta relaxante que ajudará a combater a ansiedade. Beba-a em infusão.

Salva. As plantas com fitoestrogénios (hormonas de origem vegetal) podem ajudar a regularizar os ciclos menstruais.

Ginseng. É útil para o homem, já que estimula a função sexual e ajuda a combater a impotência.

Alho. Ao estimular a circulação, o alho melhora a função sexual em ambos os sexos. Há até quem lhe atribua propriedades afrodisíacas.

Maca. Também é um regulador hormonal e por isso melhora a fertilidade tanto do homem como da mulher.

terça-feira, 3 de março de 2015

Batido caseiro de proteínas pré e pós-treino

Graças à eficácia deste batido de proteínas caseiro poderá incrementar o tamanho dos seus músculos de maneira natural, fácil e saudável.

Este batido, à base de ricotta, leite, banana e aveia, é ideal tanto para antes como para depois de realizar os seus exercícios. No caso de optar por ingeri-lo antes, ele poderá ajudar o seu corpo a alcançar o máximo poder. No caso de o ingerir após os exercícios, ele ajudará os seus músculos a recomporem-se muito mais rápida e facilmente, além de incrementar o seu tamanho.

Batido de ricotta (receita)


Ingredientes

1 copo (250 ml) de leite (cerca de 8 g de proteína)
100 g de ricotta (cerca de 12 g de proteína)
1 banana (cerca de 2 g de proteína)
2 colheres (de sopa = 40 g) de aveia em flocos (cerca de 7 g de proteína)

Total: cerca de 30 g de proteína

Preparação

Bata todos os ingredientes no liquidificador até obter um preparado homogéneo.

Utilização

Beba em seguida. 

Chá branco: benefícios e remédios

O chá branco é o tipo de chá mais seleto porque se prepara a partir dos brotos mais tenros da planta. Na antiguidade, os imperadores chineses, os únicos que tinham acesso a esta delicada variedade de chá, consideravam-no o elixir da imortalidade. Saiba porquê.

Propriedades do chá branco

- Antioxidante.
- Estimulante.
- Purificante.
- Diurético.
- Queima gordura.
- Antisséptico.

Doses recomendadas

Adultos: uma ou duas infusões por dia.
Crianças: não está indicado, já que contémm teína, uma substância estimulante.

Precauções

Pessoas que sofram de insónia, tensão nervosa ou ansiedade não devem tomar este chá.

Para que é bom o chá branco?


Fadiga: este chá é ideal para combater o cansaço e potenciar a atividade mental sem sofrer os efeitos excitantes do café ou do chá preto.

Envelhecimento prematuro: o chá branco, por ser tão puro, tem uma elevada concentração de polifenóis, umas substâncias antioxidantes que ajudam a prevenir doenças degenerativas como o cancro ou o alzheimer. Calcula-se que o chá branco contém três vezes mais antioxidantes que o chá verde.

Infeções: contém substâncias que potenciam as defesas e previne as infeções. Para melhorar estas propriedades, beba-o com limão e mel. Graças ao seu conteúdo em flúor também previne as cáries.

Doenças do coração: o chá branco fortalece os capilares e diminui o risco de infarto.

O remédio infalível: chá branco para diminuir os níveis de colesterol

O chá branco, tal como o vermelho e o verde, ajuda a baixar os níveis de colesterol mau e de triglicéridos, sempre que se acompanhe de uma dieta equilibrada e baixa em gorduras. 


Ingredientes

1 saqueta de chá branco
1 chávena (de chá) de água

Preparação

Leve a água a ferver e antes de surgirem as primeiras bolhas apague o lume. Verta a água sobre a saqueta de chá numa chávena, deixe repousar uns  minutos (conforme indicado na embalagem) e retire a saqueta da água. O seu chá branco está pronto.

Utilização

Beba quente ou frio. Pode beber uma ou duas infusões por dia, já que este chá não contém gorduras, nem açúcar, nem calorias.

segunda-feira, 2 de março de 2015

Alimentos que reduzem os efeitos secundários dos medicamentos

Alguns medicamentos limitam a absorção de nutrientes e debilitam o organismo. Como evitá-lo?


Iogurte ativo: o iogurte ativo combate a falta de microflora no intestino, o principal efeito dos antibióticos. Um grama de iogurte ativo contém milhões de bactérias benéficas que facilitam a digestão e previnem as infeções. Muito eficaz após uma diarreia.


Germe de trigo: os componentes dos medicamentos aumentam o desgaste de vitaminas e minerais. O germe de trigo, rico nestes micronutrientes, aumenta as propriedades medicinais dos alimentos. Para se beneficiar basta polvilhar flocos de germe de trigo por cima dos seus pratos. Também serve para prevenir e tratar a obstipação.


Morangos: celebre a aproximação da primavera comendo morangos diariamente. Esta fruta, vermelha e sumarenta, tem mais vitamina C que a laranja, a tangerina ou o limão. Esta vitamina é importante para as mulheres que tomam a pílula e para as pessoas que seguem um tratamento com analgésicos ou antibióticos.


Arenque: o peixe azul, sobretudo o arenque fresco e fumado, é uma das melhores fontes de vitamina D. As pessoas que tomam antiácidos e fármacos com cortisona podem ter falta desta vitamina - imprescindível para manter a saúde dos ossos -.


Cardo: o cardo é um excelente protetor do fígado, um dos órgãos que mais sofre as consequências da toma de medicamentos. A infusão de sementes de cardo mariano (em ervanárias) estimula o apetite, razão pela qual pode ser útil para as pessoas que têm pouco apetite devido aos tratamentos médicos.

Que tipo de medicamentos toma?

Medicamentos para o colesterol. Alguns destes medicamentos podem diminuir os níveis de vitamina E e de carotenos. Para equilibrar, coma frutos secos, azeite virgem, verdura de folha verde, fruta e hortaliça de cor laranja, vermelha ou amarela.

Medicamentos para a hipertensão. Estes medicamentos podem aumentar a concentração de ácido úrico e por isso é recomendável evitar os alimentos ricos em purinas - fígado, marisco, rins, carne de caça -. Muitos destes fármacos provocam perda de potássio. Para combater esta situação, coma bananas, laranjas e frutos secos, aipo, funcho, salsa, alcachofras, leguminosas, batata e abóbora.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Soluções naturais para a fadiga crónica

O esgotamento é sintoma de um grande número de doenças, entre elas a fibromialgia - um transtorno que também provoca dor em várias zonas do corpo - ou o síndrome de fadiga crónica. Em todos os casos, uma dieta rica em alimentos revitalizantes é um grande apoio.


Aipo: as pessoas que não podem descansar bem porque não conseguem conciliar um sono reparador têm no aipo um sedante natural. Cozinhado ou em sumo - misturado com cenoura é mais apetecível -, procure que o aipo esteja presente no seu jantar. Alterne o seu consumo com alface e espargos.


Batatas: os hidratos de carbono das batatas, da massa, das leguminosas e do arroz aumentam a produção de serotonina, um regulador cerebral que acalma a mente. Para multiplicar a sua ação, acompanhe estes alimentos de uma salada de agriões.


Valeriana: o seu nome em latim significa "bem-estar". A valeriana é muito eficaz para superar os estados de ansiedade e de stress. Um detalhe que a torna ainda mais especial é que atua como um sedante da dor e é um bom relaxante muscular.


Sardinhas: as pessoas que consomem peixe azul pelo menos três vezes por semana, rico em ácidos gordos Ómega 3, têm as articulações menos debilitadas e a sua necessidade de calmantes para a dor é menor.


Miso: o miso é rico em ferro e a falta deste mineral pode causar desânimo e baixo rendimento intelectual O miso é muito energético e rico em gorduras saudáveis, pelo que devia ser um alimento obrigatório para as pessoas que se encontrem debilitadas. Inclua uma pitada de miso na sua sopa. Agradar-lhe-à o seu sabor amanteigado.

Fibromialgia: procure a ajuda natural

As pessoas que sofrem fibromialgia sentem melhoria com a toma de suplementos de triptófano (consulte o seu médico), um composto que está presente de forma natural nos ovos, na carne, no peixe, nos frutos secos, nos lácteos, na banana e no kiwi.


Benefícios do triptófano: o cérebro necessita triptófano para produzir a serotonina, um neurotransmissor que, entre outras virtudes, melhora o ânimo, facilita o descanso, atenua a dor e mantém os nervos sob controle.

Pequenos conselhos, grandes resultados

Durma bem. Se se acostumar a jantar 3 horas antes de ir dormir, descansará muito melhor.

Atenção às mudanças climáticas. Resguarde-se do frio e da humidade já que intensificam a dor e agravam a rigidez muscular.

Mexa-se. Praticar exercício (segundo as suas possibilidades) levanta o ânimo e previne a rigidez das articulações.

Angélica chinesa (Dong Quai) para aumentar a fertilidade feminina

A raiz de angélica chinesa (Angélica Sinensis) ou Dong Quai é uma das plantas mais populares entre as mulheres da China e do Japão e é usada com êxito para manter a saúde e as funções do aparelho reprodutor feminino. Na China é conhecida como o "ginseng feminino".

A principal propriedade da angélica chinesa é a sua capacidade para regular as hormonas femininas devido ao seu alto conteúdo em fitoestrogénios. Além disso, devido às suas propriedades analgésicas, antiespasmódicas e anti-inflamatórias, o seu consumo também alivia os sintomas da TPM, assim como os incómodos produzidos durante o período. Também é uma planta benéfica para aliviar os incómodos da pré e da pós-menopausa, como a secura vaginal, os sufocos e os suores, que apesar de não impedirem uma vida normal, são muito incómodos para as mulheres.

Mas as virtudes da angélica chinesa não acabam aqui. Esta planta também é famosa entre as mulheres asiáticas devido às suas capacidades para aumentar a fertilidade. E é disso que vamos tratar agora.

Nos casos em que não exista uma barreira física que impeça a concepção, a angélica chinesa pode ajudar a aumentar a fertilidade feminina. Se é o seu caso, experimente preparar e tomar o seguinte cozimento.

Ingredientes

4 gramas de raiz de angélica chinesa (em ervanárias)
1 chávena (250ml) de água

Preparação

Coloque a raiz na água fria e leve a mistura ao lume até que comece a entrar em ebulição (quando começarem a aparecer as primeiras bolhas). Nesse momento retire do lume, deixe repousar tapado durante 2 minutos e coe.

Utilização

Beba 1 chávena por dia durante um período de 3 meses. Faça-o em etapas de 30 dias, com 1 semana de descanso entre elas. Não prolongue o tratamento além dos três meses e abandone-o imediatamente assim que engravidar.

Contra-indicações: apesar dos benefícios, a angélica sinensis também tem contra-indicações:

- não deve ser consumida por mulheres grávidas, já que devido à sua ação sobre o útero poderia ser causa de aborto espontâneo;

- as mulheres que amamentam também não devem consumir angélica chinesa, pois não é uma planta indicada para bebés;

- devido às suas propriedades retardantes da coagulação do sangue, mulheres com períodos muito abundantes ou que tomem medicamentos anticoagulantes não devem tomar angélica sinensis;

- por se tratar de uma planta fotossensibilizante, é recomendável não apanhar sol durante o tratamento, para evitar o surgimento de manchas na pele.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...